Pullmantur / Cruzeiros com o calor de Espanha!

   

A experiência ganha em mais de 40 anos de atividade tem permitido o surgimento de uma secção dedicada exclusivamente ao mundo mágico dos cruzeiros. Os navios da Pullmantur estão preparados, para lhe fornecer tudo o que você precisa durante as férias.

Antes de Embarcar

Todos os passageiros, incluindo crianças e bebés, deverão levar a sua documentação pessoal e familiar correspondente, passaporte, vistos, documento nacional de identificação, segundo o país ou países que se visitem. No itinerário Antilhas e Caraíbas Sul será necessário que tenha uma validade mínima de 6 meses. Os menores de 18 anos que viagem sem os pais, deverão levar uma autorização escrita e assinada pelos pais ou tutores, no caso de que a mesma possa ser solicitada por qualquer autoridade. Chama-se a atenção dos passageiros, especialmente aqueles que não tenham nacionalidade espanhola, de que devem assegurar-se antes de iniciar a viagem, que têm toda a ocumentação de viagem necessária, especialmente no que respeita a vistos.

O preço do cruzeiro inclui todas as refeições, além de água nos bares e restaurantes, sumos, café e chá nos restaurantes principais. Estão também incluídas as seguintes atividades diurnas e noturnas a bordo:

  • Espetáculos
  • Acesso a todos os salões e bares
  • Música ao vivo
  • Centro de fitness e pista de jogging ao ar livre
  • Piscinas, jacuzis e solário
  • Campo de basquete (Monarch)
  • Biblioteca
  • Discoteca
  • Entretenimento na área da piscina
  • Instalações, clubes e entretenimento para crianças e jovens
  • Escolha de filmes a bordo e canais de televisão

Os pacotes Tudo Incluído disponíveis, não estão incluídos no preço do cruzeiro

Sim, sempre que o itinerário tenha incluída a parte aérea, encontrará pessoal da Pullmantur que lhe indicará o acesso aos autocarros, para o transfere ao porto de embarque. Se pelo contrário o itinerário não tem voo incluído, os transferes serão por conta do cliente. Existe a possibilidade de reservar serviços de transfere em privado com um custo adicional.

A reserva das excursões pode ser feita pelo agente de viagens ou pelo cliente através do portal: www.excursionespullmantur.es

Sim, a reserva de lugares pode fazer-se através do portal www.pullmantur.es, através da opção “reserve o seu lugar” ou pelo telefone 902565747 das 09.00 às 18.00. O preço varia de acordo com o tipo de lugar que se reserve. Os passageiros só têm de reservar a ida, pelo que os lugares que comprarem serão de ida e volta necessariamente, quer dizer, pagará os dois trajetos numa só reserva e o lugar da ida será o mesmo da volta. Os passageiros que não tenham comprado o seu lugar de ida, não poderão fazê-lo para o regresso. O serviço “Reserve o Seu Lugar” estará disponível até 3 dias máximo antes da partida.

O pessoal de bordo gerirá com as autoridades de imigração russas, todos os documentos necessários para ir a terra sem necessidade de visto individual, sempre que se contrate uma excursão da Pullmantur. Ao contratar a excursão, é emitido um visto coletivo sem custos adicionais ao preço da excursão contratada. Se por contrário deseja visitar S.Petersburgo por sua conta, recomendamos que antes da saída, através do consulado russo apresente os documentos necessários para adquirir o visto individual.

Este serviço oferece (mediante o pagamento de um suplemento), aos clientes que viajam em classe turística da Pullmantur Air, poder desfrutar das seguintes vantagens da classe Business: Check-in nos balcões da Classe Executiva, franquia de bagagem de 25kgs e serviço de Catering Business Class (tanto no menu principal como no serviço de snacks. Incluirá apenas uma bebida, vinho, cerveja ou refrigerante). Preço aproximado 50€ por trajeto (consulte o seu agente de viagens). Atualmente este serviço só está disponível para voos transoceânicos.

Ao reservar uma das categorias Suite dos nossos navios, terá detalhes e comodidades no porto, a bordo e vantagens exclusivas.
Zenith e Horizon: Categorias ST e SR
Sovereign: Categorias RS, ST e GT
Empress: Categorias RT e ST

Dado que o navio não está equipado para a assistência de gravidez e partos, não se aceitarão reservas de passageiras que à data de terminar a viagem se encontrem na 24ª semana de gravidez ou com um grau de gestação mais avançado.

Bebés: dos 0 aos 2 anos incompletos Crianças: dos 2 aos 17 anos incompletos

Não poderão viajar bebés que não tenham feito os 6 meses à data do embarque.

Sim, existem alguns camarotes e áreas adaptadas a pessoas com incapacidades.

Sim, é possível com a Pullmantur, estamos preparados para lhe oferecer todo o tipo de facilidades que se adaptem às suas necessidades. Comunique-o ao efetuar a sua reserva e tudo estará pronto quando chegar. As celebrações desta natureza têm um custo adicional. Se se casar a bordo de um dos navios da Pullmantur, obterá: Cerimónia de Casamento com o Capitão, Certidão de Casamento (sem validade legal), tratamento de beleza e spa, cabeleireiro e maquiagem para a noiva e massagem relaxante para os dois, tratamento dos fatos dos noivos (lavar e passar), ramo exclusivo para a noiva, cocktail com cava e canapés, bolo de casamento personalizado, álbum com fotografias da cerimónia. No dia seguinte: pequeno almoço continental no camarote com um presente surpresa, garrafa de cava e doces. Este tipo de celebrações têm um custo adicional.

Não é necessário, a Pullmantur tem à sua disposição toalhas de banho e de piscina que encontrará no seu camarote, à chegada.

Depende do itinerário que vai fazer. Sempre que este tenha voo incluído, o peso da mala é determinado pela companhia aérea. Os pesos das bagagens na Pullmantur Air são:
ClasseTurística: 20 kgs
Voar em Estilo: 25 kgs
Business Class: 32 kgs
Bagagem de mão: 1 peça de 8 kg / medidas 20x40x55
Bebés: 10 kgs de bagagem de mão + um berço ou cadeira dobráveis

Em todos os navios da Pullmantur o idioma é o castelhano, se bem que a tripulação fale vários idiomas como inglês, francês e português.

Pode contratar-se estacionamento de longa duração no aeroporto de Madrid-Barajas, aos preços acordados. Ver folheto. Em Barcelona existe acordo com 2 parques de estacionamento, e o pagamento será feito à saída do mesmo, apresentando o justificativo que deverá pedir na receção do navio. Valet Parking é um novo conceito de estacionamento exclusivo, pensado para os clientes do Grupo Pullmantur que embarcam no porto de Barcelona, em que prevalece a comodidade e o preço, sem renunciar a um serviço de alta qualidade.
SERVIÇO EXCLUSIVO: Recolhemos o carro nas instalações na Calle Motores, 144 em Barcelona, junto ao Porto e transportamos os clientes, com o transfere ao Terminal de embarque. No regresso, esperamos os clientes no Terminal e transferimo-los para as instalações onde lhe fazemos a entrega do seu veículo. O preço deste serviço é de Eur 79,99.
SERVIÇO VIP: Recolha do carro no Terminal de embarque, e levam-no para as instalações. No regresso, esperamos os passageiros no Terminal e são transferidos para as nossas instalações onde lhes será entregue o seu veículo. O preço deste serviço é de Eur 106. Dispomos de instalações completas para o seu veículo no próprio porto, com vigilância 24 horas por dia, dedicadas exclusivamente aos veículos dos nossos clientes e uma equipa profissional que dará assistência pessoal. Informações e Reservas – consulte o seu agente de viagens.

Sim, no portal www.dialaship.com encontra os números de telefone de todos os navios da frota.

Não é possível levar para bordo, objetos que gerem calor ou produzam chama como ferros de engomar, fogões elétricos, velas, incenso ou qualquer outro objeto que possa causar um incêndio. São permitidas pinças de curling e secadores de cabelo. Não são permitidos a bordo, armas, explosivos ou qualquer outro objeto que represente um risco para pessoas ou bens. Esses itens serão confiscados pelo pessoal de segurança do navio e as devidas providências serão tomadas. A posse de itens, tais como facas de mergulho devem ser declarados ao pessoal do navio no momento do embarque. Tais objetos são permitidos a bordo, mas serão guardados pelo pessoal da segurança do navio quando não se usem em terra.

No navio

PO passageiro pode decidir se deseja pagar em dinheiro (200 Euros por pessoa), ou com cartão de crédito (aceites VISA, MASTERCARD E AMEX), no qual serão debitadas todas as despesas que se realizem a bordo.

Ao embarcar, o pessoal da Pullmantur recebê-lo-á no porto ou no aeroporto para o ajudar com todos os trâmites necessários. Uma vez a bordo e durante todo o cruzeiro estarão à sua disposição para o que necessitar.

Ao chegar ao porto, o pessoal da Pullmantur receberá a sua bagagem e ocupar-se-á da sua transferência até ao seu camarote, onde a encontrará, regra geral, duas horas após o embarque. Não se esqueça de identificar as suas malas e transportar pessoalmente todos os seus medicamentos, joias e artigos de valor.

Não é possível levar para bordo, objetos que gerem calor ou produzam chama como ferros de engomar, fogões elétricos, velas, incenso ou qualquer outro objeto que possa causar um incêndio. São permitidas pinças de curling e secadores de cabelo. Não são permitidos a bordo, armas, explosivos ou qualquer outro objeto que represente um risco para pessoas ou bens. Esses itens serão confiscados pelo pessoal de segurança do navio e as devidas providências serão tomadas. A posse de itens, tais como facas de mergulho devem ser declarados ao pessoal do navio no momento do embarque. Tais objetos são permitidos a bordo, mas serão guardados pelo pessoal da segurança do navio quando não se usem em terra.

Muitos creem que em todos os cruzeiros há que estar sempre impecavelmente vestido, mas como sempre é você que decide. O jantar de gala é a ocasião especial, assim, as senhoras podem levar um vestido de noite e os cavalheiros casaco e gravata. Também poderá vestir-se de maneira mais informal, a única exceção é não usar fato de banho nem calções nos restaurantes depois das 19:00. O calçado desportivo está muito adequado para as excursões.

Não é necessário. Durante o cruzeiro e para evitar que tenha de levar dinheiro ou os seus cartões pessoais, providenciaremos um cartão identificativo com o qual poderá ir pagando todos os extras a bordo.

Sim, encontrará sempre a bordo um médico residente e pessoal de enfermagem que poderá atendê-lo nas horas de consulta ou em qualquer momento de urgência que necessite. O navio está equipado com os medicamentos mais frequentes, material clínico e equipa cirúrgica de urgência. O serviço médico não está incluído nos preços. Não se esqueça de levar os medicamentos que toma habitualmente.

Os nossos navios estão preparados ao detalhe, para que se sinta em casa. Encontrará uma lista de lavandaria junto com um saco, que estão à sua disposição no camarote. A sua roupa ser-lhe-á devolvida no camarote no dia seguinte. A entrega no mesmo dia é possível a pedido, e com um custo.

Há atividades para crianças com mais de 3 anos. Há serviço de babysitting com custo adicional sujeito a disponibilidade para crianças com mais de 3 anos, a ser solicitado na receção do navio.
. Guppy Club para crianças dos 3 aos 6 anos
. Los Guppys para crianças dos 7 aos 11 anos
. Teen’s Club com atividades para jovens dos 12 aos 17 anos
*Dentro do horário do Guppy Club e do Los Guppys os pais poderão fazer excursões deixando os seus filhos a bordo. Uma vez finalizado o horário de abertura do Guppy Club e do Los Guppys cobrar-se-á um serviço de babysitting no caso dos pais não estarem a bordo.
*Para crianças menores de 2 anos não existe serviço de Baby Sitter.

Em todos os navios existem restrições nas áreas comuns e camarotes, mas poderão sempre encontrar espaços devidamente sinalizados e apropriados para o efeito.

Nas nossas lojas encontrará uma ampla seleção de artigos Duty Free (livre de impostos). As lojas só estão abertas quando o navio está em navegação e nelas poderá adquirir uma grande variedade de artigos para presentes, perfumes, joias, relógios, artigos em pele e muito mais.

Em todos os navios da Pullmantur, há um casino onde poderá tentar a sua sorte jogando os tradicionais jogos de Black Jack, Roleta Americana, Poker e uma grande variedade de máquinas recreativas. Os nossos profissionais tornarão a sua estadia no casino divertida e agradável. Os passageiros novatos, poderão receber aulas gratuitas durante o cruzeiro, se assim o desejarem.

O serviço de refeições no seu camarote está disponível 24 horas por dia. Pode escolher entre uma grande variedade de saladas, sanduiches e sobremesas ou o que necessite ao preço indicado no menu do serviço de quarto.

Em todos os navios poderá aceder a uma área destinada ao uso de internet para o cliente, a preços diferentes.
Poderá optar por pacotes de minutos:
250 minutos: 50€ (0,20€/min)
100 minutos: 30€ (0,30€/min)
60 minutos: 21€ (0,35€/min)

No Desembarque

Terá uma reunião informativa a bordo, onde será explicado todo o processo de desembarque. Na noite anterior ao desembarque deverá deixar as malas que vão ser despachadas, antes das 03h00 à porta do camarote com a etiqueta correspondente ao voo de regresso. Dependendo do itinerário encontrará as suas malas no Porto ou no Aeroporto.

Comidas e Bebidas

Sim, apenas tem que o informar na altura da reserva e no navio estarão informados à sua chegada. *Se solicitar comida Kosher, há que ter em conta que deve fazer o pedido com 6 semanas de antecedência da data do cruzeiro, uma vez que não dispomos dos produtos a bordo, tendo de ser pedidos antecipadamente.

As mesas são atribuídas dependendo da ocupação do navio. Pode escolher entre dois horários de jantar – o primeiro turno às 19:30 e o segundo turno às 21:45. *O navio Horizon tem os seguintes turnos de jantar: Primeiro turno às 19:00 e o segundo turno às 21:15.

O serviço de refeições no camarote está disponível 24 horas com preços excelentes. Pode escolher entre uma grande variedade de saladas, sanduiches e sobremesas ou o que necessite ao preço indicado no menu do serviço de quarto.

Se pretende tomar o pequeno almoço no camarote só tem de preencher no dia anterior, o formulário que tem no quarto, especificando o pequeno almoço que pretende e a hora a que o deseja.

No preço do cruzeiro estão incluídos os pequenos almoços, refeições e jantares nos restaurantes principais, grelhados e buffet, todos eles acompanhados de água, sumos, café e chá.

Na Pullmantur damos-lhe a possibilidade de completar o cruzeiro ‘À sua maneira’ com alguma das nossas opções de Tudo Incluído para poder relaxar e desfrutar sem preocupações durante o cruzeiro. . Tudo Incluído Plus: Com esta opção Tudo Incluído, poderá desfrutar de uma seleção de refrigerantes, cervejas, vinhos e cocktails tanto nos restaurantes como nos bares a bordo.
. Tudo Incluído Premium: Com esta opção de Tudo Incluído, poderá desfrutar dos melhores refrigerantes, e uma seleção de cervejas, vinhos e cocktails Premium, tanto nos restaurantes como nos bares a bordo.
. Tudo Incluído Guppy: É o nosso Tudo Incluído especial para menores de 18 anos, sem bebidas alcoólicas.

Pode contratar a sua opção de Tudo Incluído através da sua agência de viagens.

Se optou por contratar algum dos nossos serviços de Tudo Incluído em bebidas, note que os mesmos são pessoais e intransmissíveis. Não de podem partilhar bebidas com outros passageiros. O titular não poderá pedir mais do que uma bebida ao mesmo tempo ou durante o tempo razoável do seu consumo.

Pode contratar o seu Tudo Incluído desde o momento em que faz a reserva e até 4 dias antes do embarque, com um desconto especial que deverá ser para todas as noites do cruzeiro, ou diretamente a bordo, sem o referido desconto, até à terceira noite do seu cruzeiro, também para o resto das noites do cruzeiro, pelo que, o que consumiu e pagou antes da sua contratação não lhe será reembolsado. Em minicruzeiros (3 e 4 dias) podem contratar-se apenas na 1ª noite, não estando disponível a contratação a bordo em cruzeiros de 1 e 2 dias.

Não é obrigatório contratar nenhuma das opções de Tudo Incluído, contudo se decidir contratá-lo deverá ser para toda a duração do cruzeiro, ou se o fizer a bordo para os dias restantes do itinerário, o que consumiu e pagou antes da sua contratação não será reembolsado. Uma vez que decida contratar o Tudo Incluído, este aplicar-se-á aos dias restantes do cruzeiro.

Não é obrigatório contratar nenhuma das opções de Tudo Incluído de bebidas, contudo se decidir contratá-lo, deverá ser para todos os ocupantes do mesmo camarote.

Após a contratação do Tudo Incluído poderá passar da opção Plus a Premium depois de ter embarcado, pagando a diferença. Não é possível a alteração do Tudo Incluído Premium para a opção Plus.

Após contratar uma das opções poderá cancelá-la até 4 dias antes do embarque sem nenhuma penalização, a partir dessa altura não será possível fazer cancelamentos.

Cada passageiro poderá embarcar com um máximo de 2 garrafas de vinho ou champanhe de até 750 ml cada uma. Não é permitido o embarque com nenhum outro tipo de bebida ou licor.

Se um passageiro deseja beber uma das garrafas de vinho ou champanhe das que tem direito a embarcar, em algum dos espaços públicos do navio como restaurantes e/ou bares, deverá pagar uma taxa de rolha de Eur 9.

Qualquer bebida alcoólica comprada nos portos ou lojas duty-free do navio será guardada pela tripulação e devolvida no último dia do cruzeiro.

O serviço de minibar só está disponível nos camarotes SUITE nos casos em que os seus ocupantes tenham contratado uma das opções de bebidas Tudo Incluído.

TERMOS & CONDIÇÕES PULLMANTUR®
NÃO DISPENSA A CONSULTA E LEITURA DETALHADA DOS TERMOS E CONDIÇÕES ORIGINAIS DISPONÍVEIS NO SITE DA COMPANHIA – www.pullmantur.es

As presentes Condições Gerais são parte integrante do documento informativo denominado programa/catálogo. O programa/oferta é a descrição da viagem, o qual, em conjunto com o programa/catálogo, constitui o objeto do contrato. A informação sobre o programa/oferta contida no programa/catálogo é vinculativa para o organizador ou retalhista, salvo se ocorrer alguma das seguintes circunstâncias: a) As alterações a essa informação tenham sido comunicadas claramente por escrito ao consumidor antes da celebração do contrato e tal possibilidade tenha sido objeto de menção expressa no programa/oferta. b) Ocorram alterações posteriormente, mediante prévio acordo escrito entre as partes contratantes. Cada uma das cláusulas das presentes condições gerais deverá considerar-se independente das outras. A invalidade, total ou parcial, de uma das cláusulas ou parágrafos, não implicará a invalidade de qualquer outra cláusula ou parágrafo das presentes condições gerais. As presentes condições gerais não são aplicáveis aos contratos de grupos, nem aos contratos de fretamento ou charter, em que se contrata um navio completo, que serão regulados por contratos específicos entre as partes.

A organização das viagens de cruzeiros realizada pela PULLMANTUR CRUISES, S.L., organizadora de viagens grossista e retalhista, titular do C.I.F. B-84581701, com sede em Mahonia, 2, 28043 Madrid, e com o título-licença CICMA-1878. Telefone +34 91 597 00 87. E-mail clientes@pullmantur.es - informações: Pullmantur Turismo e Viagens, Unipessoal, Lda. Lisboa – Portugal - NIF: 506927423, RNAVT 2482.

2.1. O preço da Viagem inclui.
1. O transporte de ida e volta, quando este serviço estiver incluído no programa/oferta contratado, com o tipo de transporte, caraterísticas e categoria que constar no contrato ou na documentação que for entregue ao consumidor aquando da sua subscrição.
2. O alojamento, quando este serviço estiver incluído no programa/oferta contratado, no estabelecimento e com o regime alimentar que consta no contrato ou na documentação que for entregue ao consumidor.
3. A assistência técnica durante a viagem, quando este serviço estiver especificamente incluído no programa/oferta contratado.
4. Todos os restantes serviços e complementos que forem especificados concretamente no programa/oferta contratado ou que expressamente se faça constar no contrato ou na documentação que for entregue ao consumidor.

2.2 O preço da Viagem não inclui
Vistos, e/ou taxas governamentais de entrada e saída de qualquer dos países incluídos no itinerário, que serão pagos diretamente pelo passageiro no caso de ser exigido pelas autoridades locais, taxas turísticas pelo alojamento, excesso de bagagem, certificados de vacinação, pacotes de bebidas Plus, Premium e Guppy, “extras” ou “serviços Premium”, como serviço de bebidas em bares Premium, serviço de Spa do Mar, cabeleireiro, estética e bem-estar, Lojas Duty Free, Internet e wi-fi nas zonas reservadas, serviço 24 horas, serviço de babysitter, serviço de lavandaria e engomadoria, chamadas telefónicas ou mensagens para terra, serviço médico, excursões e, de um modo geral, qualquer outro serviço que conste expressamente na secção de “serviços Premium”, na secção “The Waves Yacht Club” e na “Gran Class”, ou não se encontre especificamente detalhado no programa/oferta, ou não seja contratado expressamente pelos consumidor e, por isso, não apareça no contrato e na documentação que lhe for entregue aquando da formalização do contrato.
2.2.1. As excursões ou visitas facultativas não contratadas na origem não fazem parte do contrato da viagem. A sua publicação no catálogo tem mero caráter informativo. Tais excursões serão oferecidas ao consumidor de forma independente, com as suas condições específicas e preço definitivo, não se garantindo até ao momento da sua contratação a eventual realização das mesmas.
2.2.2. Serviços extraordinários contratados a bordo, que deverão ser pagos pelo passageiro no último dia do seu cruzeiro.
2.2.3 Taxas e outros encargos. O preço da viagem não inclui as taxas e encargos de embarque, desembarque, portos e aeroportos, bem como qualquer outra taxa e/ou encargo que, numa base individual ou proporcional, for aplicada por serviços de gestão e processamento do pessoal dos portos, entre os quais, designadamente, se encontram os vigilantes, passarelas, agentes e bagagens. Os montantes correspondentes às taxas e outros encargos serão publicados com o preço da viagem aquando da realização da oferta, de modo a que se possa conhecer o preço global da viagem. O consumidor deverá pagar os correspondentes montantes de acordo com o estabelecido na secção 4 mais adiante.
2.2.4 Encargos de serviço e administração. O preço da viagem não inclui os encargos de serviço e administração. Tais encargos destinam-se ao pessoal de bordo que, no essencial, dispensam ao passageiro uma atenção permanente e personalizada para que a sua estadia a bordo seja plenamente satisfatória.

2.3. Revisão de preços
O preço da viagem foi calculado com base nas taxas de câmbio, tarifas de transporte, preço do combustível e taxas e impostos aplicáveis à data de edição do catálogo. Qualquer variação do preço dos referidos elementos poderá dar lugar à revisão do preço final da viagem, tanto para subir como para descer, segundo os montantes exatos das variações de preço mencionadas, que lhe serão devidamente discriminadas. Estas alterações são notificadas ao consumidor por qualquer meio que permita ficar com um registo da comunicação efetuada. Em caso algum haverá um acréscimo de preço nos vinte dias anteriores à data de saída da viagem, no que respeita a pedidos já realizados.

2.4. Ofertas especiais
Quando a contratação da viagem se realizar como consequência de ofertas especiais, de última hora ou equivalentes, a preço diferente do indicado no programa/ catálogo, os serviços compreendidos no preço são apenas os que forem especificados detalhadamente na oferta, mesmo quando essa oferta faça referência a algum dos programas descritos neste catálogo, sempre que essa remissão seja feita apenas para efeitos de informação geral do destino e das condições gerais de contratação. Essas ofertas estão sujeitas a limites de tempo de disponibilidade, segundo os critérios definidos, em cada momento, pelo Organizador.

2.5 Pacotes de bebidas
Os pacotes de bebidas comprados antes do embarque devem ser adquiridos para todo o cruzeiro, e podem ser cancelados até 4 dias antes do embarque sem penalidade pelo cancelamento. O reembolso será feito através de seu agente de viagens. Se o passageiro cancelar seu cruzeiro, os pacotes de bebidas também não terão penalidade pelo cancelamento. Os pacotes de bebidas também podem ser comprados a bordo até 3 noites antes do final do cruzeiro para o restante cruzeiro. Nos mini cruzeiros com duração de 3 e 4 dias, poderão ser contratados até à a primeira noite a bordo. Em cruzeiros de 1 e 2 dias não está disponível a sua contratação a bordo. Os pacotes de bebidas comprados a bordo podem ser cancelados, mas não serão reembolsados. As bebidas que tenham sido consumidas antes da compra do pacote a bordo não serão reembolsadas. As pessoas que por razões médicas causadas a bordo, não lhe permitam fazer uso do pacote de bebidas contratado, receberão um reembolso igual ao custo dos dias que não possam desfrutar dos mesmos. Será necessário entregar um comprovante emitido pelo médico a bordo. O pacote de bebidas não é transmissível. As bebidas não podem ser partilhadas com outros passageiros. A pessoa titular do pacote não pode pedir mais do que uma bebida de cada vez, ou por um período razoável de seu consumo. No caso de se detetar uma utilização irregular no consumo de seu pacote de bebidas pelo passageiro, o navio reserva- se o direito de cancelar esse serviço sem qualquer reembolso e sem a possibilidade de voltar a contratar qualquer um dos pacotes disponíveis. Os menores de 18 anos não podem consumir bebidas alcoólicas.
2.5.1. Os passageiros que partilharem a mesma cabina ou a mesma mesa de jantar têm que escolher o mesmo pacote de bebidas. Neste caso, às crianças dos 6 meses aos 17 anos de idade no dia do embarque, corresponderá o pacote “Guppy”. Para as crianças menores de 5 anos, o pacote “Guppy” será gratuito. A título excecional será possível partilhar uma mesa com amigos ou familiares com diferentes regimes de bebidas, para esses casos a Pullmantur deverá receber um pedido para fazer a ligação dos localizadores de reservas através do seu agente de viagens, quatro dias antes do embarque.

3.1 Inscrições
As inscrições serão válidas só depois de serem confirmadas pela Pullmantur. Na eventualidade de, antes da celebração do contrato, o organizador se vir impossibilitado de prestar algum dos serviços solicitados pelo consumidor, ser-lhe-á devidamente comunicado, podendo renunciar ao seu pedido, recuperando exclusivamente as verbas antecipadas, se existirem, que lhe deverão ser pagas pela agência a quem foram entregues no prazo máximo de 30 dias.

3.2 Forma de Pagamento
Para formalizar a inscrição e aquando da reserva da viagem, pela agência de viagens retalhista poderá ser-lhe pedido um adiantamento mínimo de 40 euros por pessoa, remetendo o correspondente recibo em que se especifique o montante antecipado pelo consumidor, relativo à viagem solicitada. O montante restante deverá ser pago contra a entrega os vales ou documentação da viagem, pelo menos 35 dias antes da data de saída ou embarque. As inscrições pedidas com menos de 35 dias de antecedência sobre a data de saída ou embarque deverão ser pagas pelo seu montante total aquando da confirmação da reserva. Em caso de ofertas especiais, o pagamento deverá realizar-se de acordo com o estabelecido nessa oferta. A aceitação de reservas por parte da organizadora estará subordinada à disponibilidade de lugares nas datas solicitadas, e considera-se realizada com a consequente conclusão do contrato, no momento da confirmação do organizador. A agência de viagens intermediária poderá remeter uma cópia do contrato para o passageiro apenas e só quando estiver na posse da confirmação da reserva por parte do organizador e o consumidor tiver pago a totalidade dos montantes correspondentes à viagem contratada. O contratante principal que realizar uma única reserva para vários passageiros beneficiários, enumerados na própria reserva, assume em seu próprio nome e direito as obrigações de pagamento derivadas do contrato e, além disso, atua em representação dos beneficiários e assume em nome destes o cumprimento de todas as obrigações contratuais. Não são aceites reservas realizadas por menores de idade. As reservas para os passageiros menores de idade devem ser efetuadas pelas pessoas que exerçam o seu poder paternal ou por outros maiores de idade que tenham os necessários poderes legais. Além disso, apenas serão aceites se o menor viajar acompanhado pelos seus pais ou tutores legais ou com um documento escrito assinado pelos pais ou tutores a autorizar o menor e acompanhado por um adulto que assuma num documento todas as responsabilidades relativamente ao menor. Os preços publicados devem ser considerados por pessoa, com base na forma de ocupação. Nos casos que, após a renúncia ou cancelamento de algum passageiro, for reduzida a modalidade de ocupação de um camarote, os restantes passageiros que vierem a ocupar o mesmo camarote suportarão a repercussão no preço da diferença existente, ou seja, de duplo para individual, de triplo para duplo, etc. Os prémios de seguros e as despesas de gestão por alteração ou cessão de reservas, sendo o caso, não são reembolsáveis. A falta de pagamento dos referidos montantes nas datas estabelecidas constituirá um incumprimento determinante da resolução do contrato e que dará lugar à aplicação das penalizações previstas no capítulo seguinte.

3.3 Reembolsos
Todos os reembolsos que resultarem de qualquer situação serão formalizados da mesma forma que tiver sido realizado o pagamento da viagem, não sendo efetuada qualquer devolução por serviços não utilizados voluntariamente pelo consumidor.

Nas viagens combinadas não lhe assiste o direito de desistência regulado nos artigos 102 e seguintes do Real Decreto Legislativo 1/2007, que consiste, em concreto, no direito a desistir dos serviços solicitados com direito à devolução do montante total por qualquer motivo durante um prazo de 14 dias de calendário desde a celebração do contrato. Por essa razão, a qualquer momento o consumidor e utilizador poderá dar sem efeito os serviços solicitados ou contratados, tendo direito à devolução dos montantes que tiver pago, mas deverá indemnizar o organizador nas verbas que a seguir se indicam:
Cancelamentos efetuados com mais de 30 dias de antecedência sobre a data de saída, serão aplicadas despesas de gestão no montante de 50 Euros por pessoa. Cancelamentos efetuados com mais de 15 dias e menos de 31 dias de antecedência sobre a data de início da viagem, será aplicado 33% do valor da reserva da viagem (excluídos os montantes relativos à secção 2.2.3 anterior). Cancelamentos efetuados com mais de 7 e menos de 16 dias de antecedência sobre a data de saída, será aplicado 67% do valor da reserva da viagem (excluídos os montantes relativos à secção 2.2.3 anterior).
Cancelamentos efetuados nos 7 dias anteriores à saída, será aplicado 100% do valor da reserva da viagem (excluídos os montantes relativos à secção 2.2.3 anterior). Em todas as viagens o consumidor do pacote poderá ceder a sua reserva a um terceiro, solicitando-lhe por escrito com quinze dias de antecedência sobre a data de início da viagem, salvo se as partes convencionarem um prazo menor. O cessionário terá que reunir os mesmos requisitos que teria o cedente, exigidos em termos gerais para a viagem, e ambos responderão solidariamente perante o organizador pelo pagamento do preço da viagem e pelas despesas adicionais justificadas da cessão. Nas cessões solicitadas com menos de 15 dias de antecedência sobre a data de saída, e sempre que forem aceites, serão aplicadas despesas de gestão mínimas no montante de 50 euros por pessoa. Nos casos em que o organizador condicione, e assim o especifique expressamente, a viabilidade da oferta da viagem a contar com um mínimo de participantes e, por não ser atingido esse número, ocorrer a anulação da viagem, o consumidor terá direito apenas ao reembolso da totalidade do preço ou das verbas adiantadas, não podendo reclamar qualquer verba a título de indemnização, sempre que lhe tiver sido notificada por escrito com uma antecedência mínima de dez dias de antecedência sobre a data prevista de início da viagem.

O organizador compromete-se a disponibilizar aos seus clientes a totalidade dos serviços contratados constantes do programa/catálogo que deu origem ao contrato da viagem, com as condições e caraterísticas estipuladas, tudo de acordo com as seguintes condições:
a) Na eventualidade de, antes da saída da viagem, o Organizador se vir obrigado a alterar de forma significativa algum elemento essencial do contrato, deverá informar imediatamente o consumidor dessa situação.
b) Nesse caso, e salvo se as partes acordarem outra coisa, o consumidor poderá optar entre resolver o contrato sem qualquer penalização ou aceitar uma modificação do contrato em que sejam especificadas as alterações introduzidas e as suas repercussões no preço. O consumidor deverá comunicar a decisão que adotar ao Organizador nos três dias seguintes a ser notificado da alteração a que se refere a alínea a). Na hipótese de o consumidor não notificar a sua decisão nos termos indicados, entender-se-á que opta pela resolução do contrato sem qualquer penalização.
c) Na eventualidade de o consumidor optar por resolver o contrato, tendo por base o previsto na alínea b), o de o Organizador cancelar a viagem antes da data de saída acordada, por qualquer motivo que não seja imputável ao consumidor, este terá direito, desde o momento em que ocorrer a resolução do contrato, ao reembolso de todas as verbas pagas a propósito do mesmo, ou ainda à realização de outra viagem de qualidade equivalente ou superior, sempre que o Organizador o possa propor. Na eventualidade de a viagem oferecida ser de qualidade inferior, o Organizador ou o Retalhista deverão reembolsar ao consumidor, conforme o apropriado, em função das verbas já desembolsadas, a diferença de preço relativamente ao contrato. Em qualquer caso, o consumidor poderá exigir a reintegração das verbas desembolsadas à agência a quem tiverem sido pagas, que as deverá reintegrar com a maior brevidade possível e, em qualquer caso, no prazo máximo de 30 dias a contar da desistência. Assistirá este mesmo direito ao consumidor que não obtiver confirmação da reserva nos termos estipulados no contrato.
d) Nas situações anteriores, o Organizador e o Retalhista serão responsáveis pelo pagamento ao consumidor da indemnização que, sendo o caso, corresponder ao incumprimento do contrato, que será de 5% do preço total da viagem contratada, se o referido incumprimento ocorrer entre os dois meses e quinze dias imediatamente anteriores à data prevista de realização da viagem; e 10% se ocorrer entre os quinze dias e três dias anteriores, e 25% no caso de o referido incumprimento ocorrer nas quarenta e oito horas anteriores.
e) Não existirá obrigação de indemnizar quando: 1.O cancelamento for devido ao facto de o número de pessoas inscritas para a viagem ser inferior ao exigido e assim for comunicado por escrito ao consumidor antes da data limite fixada para esse efeito no contrato, que será, pelo menos, de 10 dias de antecedência sobre a data prevista para o início da viagem. 2.O cancelamento da viagem, salvo nos casos de excesso de reservas, se deva a motivos de força maior, entendendo-se como tal as circunstâncias alheias a quem as invoca, anormais e imprevisíveis, cujas consequências não tenha sido possível evitar, apesar de ter atuado com a diligência devida.
f) No caso de, após a saída da viagem, o Organizador não fornecer ou comprovar que não pode fornecer uma parte importante dos serviços previstos no contrato, adotará as soluções adequadas para a continuação da viagem organizada, sem qualquer complemento de preço para o consumidor e, sendo o caso, pagará a este último o montante da diferença entre as prestações previstas e as fornecidas. Se o consumidor continuar a viagem com as soluções disponibilizadas pelo Organizador, considerar-se-á que aceita tacitamente essas propostas. No caso de a viagem incluir a realização de um cruzeiro, o consumidor terá direito ao reembolso do preço total desse cruzeiro em caso de cancelamento do mesmo devido a falhas mecânicas, ou ao reembolso parcial ou da diferença entre as prestações previstas e as efetivamente fornecidas, no caso de o cancelamento ocorrer depois de iniciada a viagem, devido a essas falhas. O consumidor terá direito a ser transportado ao porto de desembarque contratado ou à cidade de origem do consumidor, à escolha da companhia, no caso de o cruzeiro terminar antecipadamente devido a falhas mecânicas. O consumidor terá direito a alojamento no caso de termo antecipado do cruzeiro por falhas mecânicas se for necessário desembarcar e pernoitar num porto não programado.
g) Se as soluções adotadas pelo Organizador forem inviáveis ou o consumidor não as aceitar por motivos razoáveis, aquele deverá disponibilizar a este, sem qualquer complemento de preço, um meio de transporte equivalente ao utilizado na viagem para regressar ao local de saída ou a qualquer outro que ambos tenham convencionado, sem prejuízo da indemnização a que, sendo o caso, houver lugar.
h) Em caso de reclamação, o retalhista ou, sendo o caso, o organizador, deverá diligenciar para encontrar soluções adequadas.
i) Em caso algum, tudo o que não estiver incluído no contrato de viagem (como, por exemplo, bilhetes de transporte desde o local de origem do passageiro até ao local de saída da viagem, ou vice-versa, reservas de hotel em dias anteriores ou posteriores à viagem, etc.), será da responsabilidade do Organizador, não existindo obrigação de indemnizar pelas eventuais despesas de serviços independentes no caso de a viagem ser cancelada pelas causas previstas na alínea e).
j) O organizador declina toda a responsabilidade por atrasos, avanço ou anulações que se verificarem por parte das Companhias Aéreas ou das empresas transportadoras, não existindo obrigação de prestação de serviços complementares, ficando as despesas originadas a cargo dos consumidores.
k) Os consumidores que desistirem de utilizar qualquer serviço incluído no programa não terão direito a exigir devoluções pelos serviços que deixarem de usufruir voluntariamente.

O consumidor está obrigado a comunicar qualquer incumprimento na execução do contrato - preferencialmente “in situ” ou, não sendo possível, com a maior brevidade possível -, por escrito ou sob qualquer outra forma em que fique registada, ao organizador ou ao retalhista e, sendo o caso, ao prestador do serviço em causa. No caso de que as soluções arbitradas pela Agência – organizador ou retalhista – não serem satisfatórias para o consumidor, este disporá, independentemente do referido no número que se segue, do prazo de um mês para reclamar perante a Agência retalhista ou o organizador, sempre através da agência retalhista, a contar do dia em que deveria terminar a viagem. No prazo máximo de outros 30 dias, a agência organizadora e o retalhista deverão responder por escrito às reclamações formuladas no prazo. Todas as reclamações deverão ser remetidas ao departamento de Qualidade. Endereço de e-mail reclamaciones@pullmantur.es

Não obstante o disposto no capítulo que antecede, o prazo de prescrição da ação para apresentar reclamações será de dois anos, contados a partir: I) de quando for exigível o serviço em causa; II) da prestação do serviço; ou III) da data em que o consumidor comprove ter requerido ao organizador ou retalhista o cumprimento de alguma das obrigações acordadas.

8.1. Aspetos Gerais
A Agência de Viagens organizadora e a retalhista responderão perante o consumidor, em função das obrigações que lhes couberem no respetivo âmbito de gestão da viagem, do correto cumprimento das obrigações decorrentes do contrato, independentemente de estas deverem ser executadas por eles próprios ou por outros prestadores de serviços, e sem prejuízo do direito dos organizadores e retalhista agirem contra esses prestadores de serviços. O organizador declara que assume as funções de organização e execução da viagem. Os organizadores e os retalhistas de viagens responderão pelos danos sofridos pelo consumidor como consequência da não execução ou execução deficiente do contrato. Essa responsabilidade cessará quando ocorrer alguma das seguintes circunstâncias: 1. Que os defeitos observados na execução do contrato sejam imputáveis ao consumidor. 2. Que esses defeitos sejam imputáveis a um terceiro alheio ao fornecimento das prestações previstas no contrato e tenham um caráter imprevisível ou inultrapassável. 3. Que os referidos defeitos se devam a motivos de força maior, entendendo como tal as circunstâncias alheias a quem as invoca, anormais e imprevisíveis, cujas consequências não tenha sido possível evitar, apesar de ter atuado com a diligência devida. 4. Que os defeitos se devam a um acontecimento que o retalhista ou, sendo o caso, o organizador, apesar de ter usado de toda a diligência necessária, não poderia prever nem ultrapassar. Não obstante, nas situações de exclusão de responsabilidade por ocorrer alguma das circunstâncias previstas nos números 2, 3 e 4, o organizador e o retalhista que sejam partes no contrato de viagem, serão obrigados a prestar a necessária assistência ao consumidor que se encontre em dificuldades.

8.2. Limites do ressarcimento por danos
O ressarcimento dos danos que resultarem do incumprimento ou da deficiente execução das prestações incluídas na viagem estará sujeito aos limites previstos nas normas nacionais e nas convenções internacionais reguladoras dessas prestações, em particular aplicar-se-á o Regulamento (CE) n.º 392/2009, do Parlamento e do Conselho, de 23 de abril de 2009, sobre a responsabilidade dos transportadores de passageiros por mar em caso de acidente, que integra o Texto Reformulado da Convenção de Atenas de 13 de dezembro de 1974, e o seu Protocolo de 2002, e a Convenção de Londres de 19 de novembro de 1976, alterada pelo seu Protocolo de 1996, e as sucessivas alterações que se encontrem em vigor, sobre limitação da responsabilidade emergente de reclamações do Direito Marítimo.

CRUZEIROS
9.1. Aspetos Gerais
Segundo as normas internacionais marítimas, quando circunstâncias ou causas de força maior o exijam ou aconselhem, as companhias de navegação podem alterar a ordem das escalas do cruzeiro, cancelar alguma delas, alterar o tempo de permanência em porto, trocar o navio por outro de categoria similar, etc. Sempre que estas alterações ocorrerem antes da data de início da viagem, o passageiro será informado que terá direito ao reembolso total do que tiver pago, exceto as despesas de gestão, sem direito a qualquer indemnização. As excursões e visitas a terra são opcionais e o seu custo não foi incluído no preço da passagem. A organização destas depende de prestadores de serviço locais alheios à Agência Grossista e às Companhias de Navegação, e aquelas serão, sendo ocaso, contratadas diretamente entre o consumidor e tais prestadores de serviços. Os navios dispõem de um número limitado de camarotes equipados para acolher pessoas deficientes e nem todas as zonas e instalações dos navios são acessíveis para as pessoas deficientes, nem estão equipadas de forma específica para as mesmas. Informam-se as personas deficientes ou as pessoas com mobilidade reduzida, cujo cruzeiro contratado tenha o seu porto de embarque situado no território de um Estado Membro da União Europeia, ou cujo porto de embarque esteja situado fora do território de um Estado Membro e o porto de desembarque esteja situado no território de um Estado Membro que, de acordo com o disposto no artigo 8.4 do Regulamento 1177/2010, quando for estritamente necessário e por força das seguintes condições:
(I) para cumprir requisitos de segurança estabelecidos pelas normas / autoridades competentes; ou
(II) se a configuração do navio de passagem ou as infraestruturas e equipamentos portuários, incluindo os terminais portuários, impossibilitarem que se realize de forma segura ou operativamente viável o embarque, o desembarque ou o transporte da pessoa em causa; o transportador pode exigir que uma pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida seja acompanhada por outra persona que lhe possa prestar a assistência que for necessária. Essa pessoa adulta será transportada sem qualquer custo nos serviços de passagem relativos exclusivamente ao cruzeiro.

9.2. Obrigações do passageiro
O passageiro tem a obrigação de comunicar ao organizador, aquando do pedido da reserva, as eventuais doenças ou deficiências, físicas ou psíquicas que possam exigir formas de assistência ou cuidados especiais. Considera-se pessoa com mobilidade reduzida, toda a pessoa cuja mobilidade para participar na viagem se encontre reduzida por motivos de deficiência física (sensorial ou locomotora, permanente ou temporária), incapacidade ou deficiência intelectual, ou qualquer outra causa de incapacidade, ou devido à idade, e cuja situação exija uma atenção adequada e a adaptação às suas necessidades particulares do serviço colocado à disposição dos restantes participantes. Uma vez que o navio não está equipado para a assistência de gravidezes e partos, não serão aceites reservas de passageiras que, na data de termo da viagem, se encontrem na 24.ª semana de gravidez ou com um nível gestação mais avançado. No momento do embarque, as passageiras grávidas deverão apresentar um certificado médico comprovativo do bom estado de saúde da passageira e do bebé, onde se especifique a data prevista para o nascimento e a aptidão clínica da passageira para participar na viagem. O organizador e o navio declinam qualquer responsabilidade que possa verificar-se, durante a viagem ou após o seu termo, como consequência de complicações da gestação ou outros acontecimentos relacionados com a mesma, pelo que as passageiras grávidas embarcarão, mediante cumprimento dos requisitos anteriores, sob a sua inteira responsabilidade. Por razões de segurança, e concretamente pela inexistência de incubadoras destinadas ao transporte de neonatos, bem como do material necessário para a sua assistência a bordo, não serão aceites reservas de lactantes que não tenham cumprido os seis meses no dia previsto para o embarque. O passageiro deverá comportar-se de modo que não ponha em perigo a segurança, a calma e a fruição do cruzeiro por parte de outros passageiros; adotará as normas de prudência e diligência razoavelmente exigíveis e cumprirá as disposições administrativas e legais relativas à viagem. É proibido ao passageiro levar a bordo do navio mercadorias, bebidas alcoólicas, animais vivos (exceto cães-guia reconhecidos para as pessoas com deficiência visual), armas, munições, explosivos, substâncias inflamáveis, tóxicas ou perigosas sem o consentimento por escrito do organizador. É totalmente proibido tanto o embarque como o uso nas cabinas do navio de qualquer eletrodoméstico ou equipamento de aquecimento elétrico, tais como ferros de passar roupa, aquecedores de água, biberão, tachos e panelas elétricos, calafetadores, radiadores etc.. Não é permitido o embarque de qualquer tipo de veículo, independentemente de a tração ser animal, humana, elétrica ou mecânica, salvo os que forem usados por pessoas com algum tipo de deficiência ou limitação e que sejam indispensáveis para garantir a sua autonomia. Em caso de incumprimento, os equipamentos encontrados permanecerão guardados por pessoal a bordo sem possibilidade de uso até ao fim do cruzeiro, momento em que serão devolvidos aos respetivos titulares. O passageiro responderá pelos danos e prejuízos que o organizador sofrer como consequência do incumprimento das suas obrigações descritas nas presentes condições e, em particular, responderá por todos os danos e prejuízos provocados a outros viajantes e a terceiros, bem como por todas as multas e despesas que, por sua causa, o organizador esteja obrigado a pagar às autoridades portuárias, aduaneiras, sanitárias ou outras, de qualquer país em que o cruzeiro faça escala.

9.3. Poderes do Capitão
Conforme as disposições legais e os Tratados Internacionais, em qualquer circunstância de necessidade ou perigo, e, especialmente, quando razões de segurança do navio, da passagem e/ou da tripulação do navio assim o aconselhem, o Capitão tem plenos poderes para assistir e rebocar outros navios; desviar-se da rota prevista; fazer escalas em qualquer porto; transbordar para outro navio passageiros e bagagens; recusar o embarque de quem, no seu entender, não reúna as condições de saúde necessárias para realizar o cruzeiro; desembarcar durante o cruzeiro quem, no seu critério, se encontre em condições de saúde que não lhe permitam a continuação do mesmo, ou, em termos gerais, quem possa representar um perigo para a segurança do navio ou a dos restantes passageiros. Assim como quem realizar a bordo do navio atividades comerciais ou de qualquer outro tipo que representem uma violação das políticas da companhia relativas ao comportamento do passageiro a bordo e, em concreto, a política de conduta da companhia entregue a bordo e disponível na página da Internet. Todos os passageiros se submeterão à autoridade do Capitão e, especialmente, em tudo o que se relacione com a segurança do navio ou de navegação. Além disso, e a propósito do previsto no ponto 3.3 da Regra 19 do Capítulo III do anexo do SOLAS, todos os passageiros estarão obrigados a participar nos exercícios de segurança que determinados pelo Capitão, em conformidade com as normas internacionais aplicáveis. No caso de que algum passageiro se negar a participar nestes exercícios sem motivo justificado, o Capitão poderá denunciar a sua conduta às autoridades judiciais ou policiais do porto de escala seguinte, para que adotem as medidas oportunas.

9.4. Médico a bordo
O navio dispõe de todo o atendimento médico de emergência profissional que for necessário, até que exista atendimento médico em terra disponível. O recurso à assistência do médico a bordo é voluntário e o custo das consultas será a cargo do passageiro. As decisões tomadas pelo médico a bordo quanto à aptidão do passageiro para o embarque ou a continuação do cruzeiro são vinculativas e não impugnáveis.

9.5 A Pullmantur Cruises, como membro da Associação Internacional de Companhias de Cruzeiros (CLIA), subscreveu a Carta de Direitos dos passageiros das linhas de Cruzeiros Internacionais, que poderá consultar na nossa página da Internet pullmantur.es e na página da Internet da CLIA.

9.6. Condições económicas especiais para crianças
Os bebés que no dia previsto para o embarque tenham entre os 6 os 23 meses cumprido viajarão de forma totalmente gratuita. As crianças que tenham, no dia previsto para o embarque entre 2 e 16 anos completos, podem usufruir de descontos especiais em determinados itinerários e datas de viagem, recomendando-se a consulta sempre disponível das condições especiais que possam existir, e que em cada momento serão objeto de informação concreta e detalhada e serão incluídas no contrato ou na documentação da viagem que for entregue no momento da sua assinatura. Em termos gerais, quanto ao alojamento, serão aplicáveis sempre que a criança partilhe camarote com dois adultos.

Informa-se o consumidor que aquando da confirmação da reserva deverá receber da Agência Retalhista aconselhamento sobre a subscrição facultativa de um seguro que cubra as despesas de cancelamento e/ou de um seguro de assistência que cubra as despesas de repatriação em caso de acidente, doença ou morte; e informação dos riscos prováveis implícitos ao destino e á viagem contratada. Os destinos das Caraíbas, em determinadas épocas do ano, podem ser afetados pela passagem de furacões. Para este efeito recomenda-se, no entanto, que o consumidor contacte as autoridades e organismos competentes.

Todos os consumidores, sem exceção (incluindo crianças), deverão levar consigo um passaporte individual e/ou outros documentos válidos para todos os países incluídos no itinerário da viagem, bem como os vistos de entrada e de trânsito e os certificados sanitários que possam ser exigidos. Por isso, será por conta dos próprios, quando as viagens assim o exijam, a obtenção de vistos, passaportes, certificados de vacinação, etc. No caso de ser recusada por alguma Autoridade a concessão de vistos, por causas particulares do consumidor, ou ser negada a sua entrada no país por não satisfazer os requisitos exigidos, ou por defeito na documentação exigida, ou por não ser portador da mesma, o organizador declina toda a responsabilidade por factos desta natureza, sendo por conta do consumidor qualquer despesa originada, aplicando-se nestas circunstâncias as condições e normas estabelecidas para as situações de desistência voluntária de serviços. Menores de 18 anos, ou menores de idade segundo a legislação em vigor no país em causa, que viajem sem os seus pais ou com qualquer pessoa diferente destes, deverão apresentar também uma autorização por escrito dos seus pais ou tutores, anexando cópia das credenciais destes, prevendo que o mesmo possa ser solicitado por qualquer autoridade, indicando, por sua vez, os dados necessários para poder localizar os pais em caso de emergência.

O passageiro poderá embarcar gratuitamente 30 quilogramas de bagagem. Todo o excedente será faturado ao preço de bagagem em vigor, sem prejuízo do direito do transportador limitar o peso dessa bagagem. Estabelece-se que o valor total da bagagem do passageiro ao abrigo do bilhete de passagem, bagagem e estadia, conteúdo e bens pessoais, se encontra limitado para efeitos de responsabilidade do transportador, aos valores que constam do resumo do regulamento 392/2009 que inclui os limites de responsabilidade por perdas e danos de bagagem. O transportador será responsável, com os limites estabelecidos pelas normas em vigor, discriminados no resumo do Regulamento 392/2009 que inclui os limites de responsabilidade por perdas e danos de bagagem, da bagagem de camarote durante o tempo em essa bagagem se encontra a bordo, ou durante as manobras de embarque e desembarque do mesmo, assim como durante o período em que o passageiro e a sua bagagem de camarote são transportados por água a partir de terra para o navio ou vice-versa, se o preço deste transporte auxiliar estiver incluído no da passagem ou se a embarcação utilizada para o realizar tiver sido colocada à disposição do passageiro pelo transportador. De igual modo responderá o transportador pela bagagem de camarote com os limites descritos no resumo do mencionado regulamento, quando o passageiro se encontre num terminal ou estação marítima ou molhe ou outra instalação portuária, se o transportador, os seus empregados ou agentes tiverem assumido a responsabilidade por essa bagagem e não a tiverem entregado ao passageiro. Quanto à bagagem que não é de camarote, o transportador responderá por ela no período compreendido entre o momento em que o transportador, o seu empregado ou agente assumiram a responsabilidade pela mesma em terra ou a bordo e o momento em que estes a devolverem ao passageiro. Tudo isto deve respeitar os limites estalecidos pelas normas em vigor expostos na secção do resumo do Regulamento 392/2009 que inclui os limites de responsabilidade por perdas e danos de bagagem. Quando o passageiro detetar a perda ou qualquer dano provocado à bagagem nas operações de embarque ou desembarque, deverá notificá-lo de imediato, deixando ao transportador um registo escrito mediante a apresentação da correspondente reclamação. Decorridos 15 dias sobre a data de desembarque, considerar-se-á, salvo prova em contrário, que recebeu a sua bagagem em bom estado. O consumidor dispõe, opcionalmente na viagem, da cobertura de uma apólice da Agência junto de uma Companhia de Seguros, pela qual esta se obriga a indemnizar o segurado por uma única vez e até ao capital indicado na apólice, tendo em atenção o destino da viagem, o roubo com violência ou intimidação das pessoas ou o emprego de força sobre as coisas, da bagagem da sua propriedade, assim como a perde o furto, comprovados mediante denúncia às autoridades competentes, ou os danos provocados na mesmo como consequência de acidente de qualquer tipo ou incêndio ocorrido no meio de transporte. Em caso de roubo, perda, furto ou danos sofridos pela bagagem nas circunstâncias anteriormente descritas, o cliente obriga-se a comunicá-lo, no prazo máximo de 15 dias, diretamente à sede central da Companhia de Seguros, juntando o documento comprovativo da denúncia perante a autoridade competente, ou do sinistro, sendo o caso, e a avaliação dos objetos roubados ou danificados. O referido prazo começará a contar-se a partir do dia em que o cliente tiver concluído a viagem. Ficam expressamente excluídos da cobertura do seguro as joias ou objetos de arte, o dinheiro ou sinal que o represente, equipamentos de imagem, som, informáticos, radiofónicos, qualquer tipo de documentos, fitas filmadas e, em termos gerais, todos os objetos que não constituam a bagagem do segurado.

A validade do programa/catálogo será para as reservas feitas a partir de 15 de outubro 2014 inclusive, até nova edição. Este catálogo deixa sem vigor qualquer catálogo anterior, assim como ofertas publicadas anteriormente. Data de lançamento: Dezembro de 2014.

A informação aqui resumida não dispensa nem substitui a consulta e leitura detalhada dos termos e condições originais da companhia, disponíveis no site www.pullmantur.es

Copyright © 2017. Todos os Direitos Reservados.
JAMES RAWES TURISMO, LDA · RNAVT n° 3013
Capital Social: €100000 e Registada na C.R.C. de Sintra
Contribuinte Fiscal e Matricula n° 500 227 918

Newsletter


Contacto
+351 213 241 858